Publicado por: diogocavaleiro | 01/11/2010

Um caminho pelos artigos escritos no estágio

Antes de mais, tenho de pedir desculpa pela ausência da minha participação na semana passada mas cá estou esta segunda-feira.

Desta vez, pretendo fazer uma espécie de percurso pelo estágio. A razão para isso deve-se ao facto de, neste fim-de-semana, me ter cruzado com muitas pessoas que dizem que a Economia é algo que não percebem e que seria umas das últimas áreas para a qual escolheriam ir trabalhar. Eu optei por ela para arriscar em algo que sabia muito pouco, para conhecer o funcionamento do mundo e por ser dos sectores do jornalismo em que via mais oportunidades. E não me arrependo. Aprender é um acto contínuo quando se trabalha com dados económicos.

Aproveitei uns minutos para dar uma vista de olhos por alguns artigos que escrevi no Negócios. A primeira peça que escrevi foi sobre o mercado cambial. http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=433461. Sem dúvida, algo sobre o qual sabia muito pouco e de que até tinha algum medo. Já disse por aqui, penso, que sempre que via as ligações de telejornais às redacções de jornais económicos achava que não percebia nada daquilo. Mas, ao longo dos tempos, os mercados financeiros passaram a fazer parte dos assuntos que mais gostava de trabalhar. Nem sei explicar bem porquê mas o facto de haver tanto para aprender no seu funcionamento fascinou-me.

Depois, reparei também na segunda peça que fiz. Desta vez sobre o Barcelona e um pedido de empréstimo. http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=433497. O futebol também foi uma área de que gostei muito. Aliás, a maior reportagem que fiz foi sobre o futebol inglês: os donos milionários dos clubes da Premier League. http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=441883. Aqui só encontram a chamada para a edição impressa, mas estão à vontade para procurarem na hemeroteca se, por algum caso, vos vier a interessar.

No fim do estágio, tive a oportunidade de participar numa iniciativa do jornal chamada “O Meu Orçamento”, cujo objectivo era criar uma comunidade online para a discussão do Orçamento do Estado para 2011. Foi uma óptima experiência, que gostei bastante apesar de ter dado igualmente muito trabalho. Segue-se aqui um exemplo: http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=448461.

Tive ainda tempo de fazer entrevistas vídeo, como a seguinte – não que ache que tenha muito jeito. http://www.jornaldenegocios.pt/home.php?template=SHOWNEWS_V2&id=448417.

Pelo meio, cometi alguns erros. Cheguei a escrever que 1 euro valia 1,xx euros (não me lembro do valor), não reparei que um índice tinha tocado em máximos e, no outro dia, descobri que numa reportagem um dos protagonistas não tinha um filho, como eu tinha escrito, e sim uma filha. Podem até ser erros pequenos, mas fico sempre a pensar que o meu trabalho é, precisamente, não os cometer. Porque se o faço, estou a prejudicar quem lê.

No entanto, sem dúvida que poder escrever notícias e reportagens é algo que faz parte daquilo que me deixa completo a nível profissional.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: