Publicado por: patriciatavares | 10/09/2010

Tudo o que é bom termina depressa

Foi hoje o último dia. Saí do jornal e foi impossível conter aquela sensação de vazio por não voltar. Depois de três meses no Público, parece mentira quando penso que o estágio chegou ao fim e que a partir de agora começa uma nova fase. Já tanta gente o disse e eu não poderia estar mais de acordo: três meses passam a voar e o pior é que dizer adeus é sempre complicado. (E logo eu que sou choramingas…)
Mas vá: controlei-me. Até porque no “baú” das recordações vou guardar muita coisa. Sei que cresci imenso e que ganhei mais confiança no meu trabalho e muuuita expriência. E devo-o às pessoas que me rodearam durante este tempo e que contribuiram para o meu crescimento. Fizeram-no com conselhos e chamadas de atenção, mas também com amizade e elogios. Até durante os almoços na copa!
Ao olhar para trás e ao fazer o balanço, vejo a mudança que vivi. Lembro-me de no início do estágio ficar apreensiva por ser o meu primeiro estágio e porque queria fazer tudo bem. Obviamente tal não acontecia… A verdade é que saímos da faculdade um pouco “formatados” e nem sempre é fácil deixar esse “peso” para trás. Senti isso aqui e sei que não fui a única. Mas quando se está no início, é com experiência e com os erros que se aprende. Recebi críticas que me fizeram ter noção daquilo que tinha de melhorar (obrigado Victor!!!). O estimulante é quando nos vamos apercebendo de que, afinal, conseguimos ir ficando mais “leves” e entrando no espírito do que nos pedem. Claro que há situações em que senti que “não estava à altura”. Mas isso não me desmotivou. Muito pelo contrário: deu-me força para provar (principalmente a mim mesma) de que era capaz.

Se acabei por fazer um bom trabalho? Espero e rezo para que sim. Pelo menos vou lembrar-me deste estágio (o meu primeiro) com carinho. Assim como das pessoas que conheci e de quem fiquei amiga. E que me ajudaram. A todas elas (sabem bem quem são), MUITO OBRIGADO! Afinal de contas, como já aqui tinha dito há uns tempos…sem essas pessoas não somos nada!

Patrícia

Anúncios

Responses

  1. É reconfortante ter a certeza que estás pronta para voar, agora que deixaste este “ninho”. Só não estaremos à altura quando deixamos de acreditar em nós. Felicidades.

  2. Talvez por ainda não ter passado assim tanto tempo desde que acabei o meu estágio, encontrei em ti os mesmos medos que tinha, as mesmas frustrações, as mesmas dúvidas. Mas sei que cresceste muito e basta ler os teus últimos trabalhos para perceber isso. Aproveita as próximas experiências. E continua a dar notícias, ok? 🙂 Vou ter saudades tuas. Beijoca, boa sorte :*


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: